Simón Bolivar
(Venezuela)

 

Armada Nacional Bolivariana
Porto de origem: La Guairá
Construção: 1979
- Celaya en Bilbao

FICHA TÉCNICA: Comprimento: 82,4 metros
Boca: 10,6 metros
Calado: 4,4 metros
Casco: Aço
Deslocamento: 1240 toneladas
Área de Vela: 1900 m²
Tripulação: 188
 
 

 
O navio escola da Marinha venezuelana foi construido nos estaleiros Astilleros y Talleres Celaya en Erandio, Vizcaya. Foi lançado ao mar em 21 de Novembro de 1979.
Este Brigue / barca de três mastros foi
entregue a Armada Venezoelana em 12 de agosto de 1980, já tendo percorrido mais de 280.000 millas náuticas por todo o mundo.
Passou quatro anos em reforma nos estaleiros de Dianca en Puerto Cabello (Venezuela).
Ainda assim, apresenta as marcas originais (de projeto) das aberturas dos canhões da primeira coberta.

Segundo dados do estaleiro, quatro grandes veleiros foram construídos pelo estaleiro de Bilbao. O Guayas (Equador), é o mais semelhante ao Gloria (Colombia) e outros dois Sister Ships são o Simon Bolivar (Venezuela) e o Cuauthémoc (Mexico). Esses quatro navios, apresentariam um projeto básico semelhante ao Gorch Fock (decada de trinta) do estaleiro Blohm & Voss. Hoje, após reformas e adaptaçães, são verificadas diferenças entre eles.
 
 

   
Observação: Não foi possível conseguir as fotos internas. Pois nos diversos dias da exposição Grandes Veleiros, o navio esteve fechado à visitação.  

 
Naufrágios

Alguns dos navios naufragados no Brasil possuem características de armação e equipamentos semelhantes ao Simón Bolivar são:

 

Dona Paula - Rio de Janeiro - naufragou em 1827.

 


 
Mais informações: Grande Veleiros
 
Consulte nosso guia de estruturas de vapores e conheça mais sobre sua construção e características, caso deseje identificar as peças pelo visual utilize o esquema na página de Navios à vapor.
 


Navios a Vapor