.. NAUFRÁGIO do HERALD
 

Histórico
O Herald viajava do Rio de Janeiro para Belém, rebocado pelo vapor Aroldo Bastos, junto com os rebocadores ao Eduardo (afundado) e ao Fígaro. Ao passar por fora da Ilha de Cabo Frio enfrentaram forte ventania e mar grosso, começando os rebocadores a fazer água.
O Aroldo Bastos buscou refúgio no interior da enseada do Forno, porém o Eduardo afundou ao largo da Ilha de Cabo Frio, o Fígaro afundou junto ao porto da praia dos Anjos e o Herald acabou por naufragar no interior da enseada do Forno.

 

Ponto do naufrágio na Enseada do forno - Google
 

DADOS BÁSICOS

Nome do navio: Herald

Data do afundamento: 15.01.1971

LOCALIZAÇÃO

Local: Arraial do Cabo

UF: RJ.

País: Brasil

Posição: Enseada do Forno

Latitude: 22 58' 09" sul

Longitude: 042 00' 23" oeste

Profundidade mínima: 14 metros

Profundidade máxima: 14 metros

MOTIVO DO AFUNDAMENTO: mau tempo

DADOS TÉCNICOS
Nacionalidade: Brasileira
Armador: Companhia de Navegação Riograndense
Tipo de embarcação: rebocador
Material do casco: ferro Propulsão: motor diesel
CONDIÇÕES ATUAIS: desmantelado

 
Descrição
No início dos anos 2000 os destroços estão divididos em duas porções afastadas de aproximadamente 100 metros. Naufrágio foi partido por uma plataforma de petróleo. Na primeira parte existia uma caldeira de 3 metros de diâmetro e algumas ferragens (existem duas âncoras do tipo garatéia que não pertencem ao navio no meio dos destroços).
Na segunda parte dos destroços estão as máquinas tanques de combustível ou água e outras ferragens.
Porém ao longo anos e com o "desenvolvimento" do turismo em Arraial do Cabo foram montados flutuantes e bares sobre os destroços, praticamente impedindo o mergulho no local.
 

 

Shipwreck WRECK WRAK EPAVE PECIO

 

Restos de um bloco de motor grande âncora tipo garatéia que não temos certeza ser pertencente ao Herald. Tanque de água.