NAUFRÁGIO BARON DECHMONT
Navio do Pecém
 
Histórico
Foi construído por Ardrossan Drydock & Shipbuilding Co., de Greenock, na foz do rio Clyde, em 1929. Esta série de navios ficou conhecida como Baron Line, pois todos os navios tinham nomes de barões. Era um pequeno cargueiro do tipo então clássico, denominado "three island",
Construído na Alemanha, com o nome Amer Bonalfan, foi repassado a Inglaterra como parte do pagamento pelas perdas de navios da Inglaterra durante a Primeira Guerra Mundial.

Durante a 2ª Guerra Mundial, o Barão de Dechmont, procedente de Barry e Milford Haven e com destino a Recife; navegava fora de comboios, quando foi torpedeado na posição 03 º 11' S e 38º 41' W por um submarino alemão, provavelmente o U-507, que posteriormente foi afundado pela aviação de patrulha.
O capitão D. Maccallun do Baron Dechmont foi aprisionado a bordo do submarino, que posteriormente foi afundado em 13.01.1943 sendo uma das 7 vítimas do naufrágio do navio inglês.

 


Foto do Barão Napier - sister ship do Baron Dechmont.
Fonte: Site Clyde Shipbuilding Database
Trinta e seis tripulantes do cargueiro chegaram em baleeiras à costa do Ceará no dia seguinte.
 

 
Guindaste de proa.
Guincho dos páus-de-carga.
Canhão de popa.
 

DADOS BÁSICOS

Nome do navio: Baron de Dechmont

Data do afundamento: 03.01.1943

LOCALIZAÇÃO

Local: Fortaleza

UF: CE.

País: Brasil

Posição: ao largo do Pecém

Latitude: 03 07.42' Sul

Longitude: 038 46.16' West

Profund. mínima: 25 metros

Profund. máxima: 35 metros

CONDIÇÕES ATUAIS: semi-inteiro.

DADOS TÉCNICOS
Nacionalidade: Inglesa
Armador: H. Hogarth & Son, Ardrossan CO.
Comprimento: 117 metrosBoca: 17 metros
Tipo de embarcação: Cargueiro
Material do casco: açoPropulsão :hélice

Carga: Carvão mineral.

MOTIVO DO AFUNDAMENTO: Atacado pelo submarino alemão U-507
 
 

 
Descrição
O navio astá apoiado de quilha no fundo. A estrutura encontra-se rompida a meianau e pouco antes da estrutura da proa, que está adernada para bombordo.
A Popa é a seção mais inteira do navio, mas o hélice foi removido. Pendurado na murada a estibordo da popa está o canhão, e logo a sua frente encontra-se o volante do leme, cabeços de amarração e um guincho. Segue-se o 2º porão de popa, bastante assoreado, a frente da estiva outro guincho e a base do mastro de carga. A frente da base do mastro está o 1º porão de popa, dentro dele pode ser identificada a casa do eixo.
O compartimento de máquinas está completamente vazio, sem sinais das máquinas a vapor. Neste ponto o casco esta bastante quebrado, o que poderia ser a área de impacto do torpedo.
Seguindo-se em direção a proa existem duas grandes caldeiras ainda fechadas. O 2º porão de proa que possui uma passagem por bombordo até a proa a boreste também existe uma passagem com penetração de cerca de 10 metros.
A partir do início do 1º porão de proa o casco está totalmente destruido e separado da proa. Na proa existe uma estrutura articulada no casco, em forma de V, que parece ser um pau-de-carga de configuração pouco usual.
 
  
 
 
Normalmente grandes meros frequentam o naufrágio.
 
Todos os passadores de cabos possuiam grades.
O volante do leme com engrenagens do sistema a vapor.
 
O Baron Dechmont é um belo naufrágio, mas devido a sua estrutura e ao local do naufrágio, exige treinamento avançado e de naufrágio para que possa ser feito de maneira tranqüila e segura. Procure treinamento de boa qualidade para que possa desfrutar da melhor forma deste naufrágio.
 

 
Agradecimentos:
 
 

 

Cabeço-de-amarração Armação em V presa ao casco e que se projetava a frente do navio Canhão de proa pendurado na murada Entrada do porão de popa fácil e com penetração tranqüila Caldeiras principais Condensador 2º porão de proa penetração e passagem para outos pontos dos naufrágio. Cabeço-de-amarração banheiro 1º porão de popa