Juan Sebastián de Elcano
(Espanha)

 

Armada da Espanha
Porto de origem: Cadiz
Tipo de embarcação: bergatin Galeota
Construção: 1927
- Cadiz, Espanha

FICHA TÉCNICA:
Comprimento: 113 metros
Boca: 13,2 metros
Calado: 7,3 metros
Casco: Aço
Deslocamento: 3.770 Toneladas
Tripulação: 230
 
 
O Juan Sebastián de Elcano é o navio escola da Armada Espanhola.
Esse belo veleiro é armado com quatro mastros, foi construído com um custo de 8.189.523 pts na época (49.220 euros) nos estaleiros da Echevarrieta y Larringade Cádiz na Espanha, como um bergatin galeota.

A missão do Navio Escolar "Juan Sebastián de Elcano" é treinar os Guardas Marinhos da Escola Militar Naval dos diferentes Corpos da Marinha, em constante contato com o mar, onde eles irão desenvolver as principais tarefas profissionais. De acordo com o currículo atual da Escola Militar Naval, os Guardas Marinhos embarcam no B / E "Juan Sebastián de Elcano" durante o segundo semestre do quarto ano, durante o qual eles realizam um cruzeiro instrucional.
Como cruzeiro padrão, pode ser considerada uma viagem à América de 6 meses, de cerca de 20.000 milhas de viagem e 155 viagens. No final da viagem, os Guardas Marinhos do Corpo Geral são promovidos a Alféreces de Fragata e os do Corpo de Fuzileiros Navais a Alféres.
Além da Escola da Marinha Espanhola, o "Juan Sebastián de Elcano" também atua como um navio de apoio à política externa do Estado espanhol, levando a bandeira nacional em todos os países que visita e recebendo a bordo diferentes autoridades e personalidades nacionais e estrangeiros, ganhando o carinho e afeição das pessoas que o visitam.
 

Com seus 113 metros e 4 mastros o J. S. de Elcano é um dos mais imponentes veleiros escola do mundo
 

A bela figura de proa, abaixo do gurupés
No convés de proa está o guincho da âncora, onde
pode ser visto todo mecanismo com as correntes

No convés em dois níveis estão equipamentos tradicionais
e modernos métodos de navegação

 
Cada um dos quatro mastro recebe um nome diferente
Diversos guinchos de cabrestante chamam a
atenção sobre o convés
Um dos quatro mastro com seus aparelhos de vela,
malaguedas de bronze guarnecem os mastros
 
No centro da embarcação, permitindo a visão de todo o navio, está um pavimento acima do convés a ponte de comando.
Estão presentes um funil de comunicação, timão, telégrafo de máquinas e a bitácula de bússola. Na popa há um segundo timão de comando.
 
Mais informações: Grande Veleiros

Por todo o navio existem detalhes em bronze que dão um toque clássico ao navio.

Consulte nosso guia de estruturas de vapores e conheça mais sobre sua construção e características, caso deseje identificar as peças pelo visual utilize o esquema na página de Navios à vapor.
 


Navios a Vapor